Quando as marcas nos chamam pelo nosso próprio nome

Quando nos cruzamos com alguém conhecido, fica sempre bem cumprimentar a pessoa dizendo o seu nome próprio; desde pequenos que ouvimos dizer que é importante tratar as pessoas pelo seu nome. Aliás, a Starbucks e a sua «política» de escrever o nome dos clientes nos seus copos veio mostrar ainda mais que a personalização é uma das palavras-chave do mundo moderno. É que as pessoas gostam mesmo disso (até já cheguei a pensar se as pessoas vão lá só para passarem por essa experiência de verem o seu nome num copo da Starbucks!)… E sempre que o funcionário escreve o nome mal, as pessoas não perdem tempo em anunciá-lo nas redes sociais para os seus amigos (até o comediante Paul Gail fez um vídeo humorístico onde tentou explicar porque a Starbucks escreve o nosso nome mal no copo).

Talvez tenha sido por isto tudo que, este verão a Coca-Cola trocou o icónico logótipo das suas garrafas por centenas dos nomes próprios mais populares. Como podem ver pelo vídeo abaixo, “Share a Coke” foi a campanha que chegou a mais de 50 países, convidando os fãs a encontrarem os seus nomes, e os nomes de membros da família, amigos, colegas.

Tratando-se de uma campanha que pretende ser um impulso para as pessoas partilharem momentos de felicidade com a sua família e amigos de uma forma especial, a Coca-Cola também disponibilizou latas personalizadas para partilhar com as pessoas mais importantes da vida de cada um: “A tua mãe”, “O teu pai”, “A tua avó”, “O teu avô”, “O teu irmão”, O teu marido”, “A tua mulher”, A tua namorada”, “O teu sogro”, “O teu amigo”, “A tua chefe” ou “O teu vizinho”. Estas latas podiam ser encontradas nos hiper e supermercados, cafés e restaurantes. Paralelamente, a Coca-Cola promoveu uma espécie de roadshow pelo país para a personalização das latas, tal como aqui escrevi há cerca de duas semanas atrás (ler post aqui). Claro está, a campanha foi dada a conhecer através de publicidade na televisão e publicidade exterior, bem como nas redes sociais e no website (ver aqui).

A verdade é que diariamente temos contacto com diversas pessoas que cumprimentamos mas quase nunca sabemos o seu nome, como por exemplo, os motoristas de autocarro, seguranças, porteiros, aquele funcionário(a) simpático(a) onde vamos sempre tomar o café ou comprar o jornal. E por isso mesmo, e aproveitando a campanha da personalização dos nomes a decorrer, a Coca-Cola não perdeu a oportunidade e pensou numa forma diferente de agradecer e dizer obrigado a essas pessoas (ler mais aqui). Ora vejam como tudo aconteceu nas Filipinas no vídeo abaixo:

Com esta campanha a Coca-Cola conseguiu até ver as suas vendas aumentar, pelo menos nos EUA como nos reporta o The Wall Street Journal.

E vocês? Gostam que vos tratem pelo vosso nome?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s